segunda-feira, 12 de setembro de 2011

'Fernando Charrua: A “máquina” dos ex- MEs está ainda activa e fará toda a resistência possível para impedir o esperado êxito'

Publicado no PROFBLOG:




ProfBlog - Depois do saneamento político de que foi alvo, quais têm sido as funções que desempenhou?

Fernando Charrua - Afastado em Abril de 2007, e até ao final do ano lectivo, não exerci qualquer função específica.

Fiquei , das 9 às 5 ao serviço, qualquer serviço, na Biblioteca da Escola. Supliquei trabalho, assinei o ponto, abeirei-me de Alunos para apoio ao estudo, ofereci-me para vigilante de exames escritos, o que me foi concedido e fiz até, voluntariamente pequenas reparações e restauros. A partir de 2007/2008 sou docente de Inglês, com horário completo. Na componente não lectiva, desenvolvo toda a área processual disciplinar (Estatuto do Aluno e seus procedimentos) e pedagógica (equiparação e equivalência de estudos nacionais e estrangeiros) e tudo o que a Direcção da Escola solicitar.

ProfBlog - Olhando para trás, qual terá sido o verdadeiro motivo do seu saneamento da DREN?

Fernando Charrua - O motivo é conhecido. Os então dirigentes conviviam mal com a crítica e pensamento divergente. Dispenso-me de citar conhecidos exemplos a nível nacional.

ProfBlog - Qual é a sua opinião sobre a anunciada extinção das DRE
?

Fernando Charrua - Inexorável. As competências progressivas nas direcções das Escolas implicam meramente um gabinete jurídico que venha a dirimir os conflitos daí resultantes e um dirigente com competência executória com sede em estruturas existentes.-(CDR ou Município)

ProfBlog - Qual é o balanço que faz dos dois meses de governação de Nuno Crato
?

Fernando Charrua - Nova atitude dialogante, abertura à discussão séria do importante, pragmatismo sem fugas à verdade. O novo MEC começou a implodir a imagem de bloqueio que os anteriores – Lurdes Rodrigues e Isabel Alçada tinham fabricado contra os professores e Escolas. A “máquina” dos ex- MEs está ainda activa e fará toda a resistência possível para impedir o esperado êxito.

ProfBlog - A poucos meses de se aposentar, qual é a mensagem que gostaria de deixar aos colegas mais novos?

Fernando Charrua - Portugal está em contra-ciclo com a Europa no que ao Sistema Educativo diz respeito.

Vamos todos lutar por “uma escola, dois sistemas”- um de via geral e um outro, paralelo, de via pré- profissionalizante. O insucesso repetido no primeiro implicará a passagem a outro, igualmente digno. Arrastar os Alunos até ao 9º ano ou até aos 15 anos , contra a sua vontade, não é digno.

Mensagem? A seriedade ainda é uma virtude de que todos os professores se orgulham. Para continuar a ser sérios, temos de expressar, sem medo, o que nos vai na alma. A Escola não pode ser o mero reflexo da sociedade, tem de ser diferente, ou então deixa de ser Escola. A escola não é o sítio dos afectos , do mero convívio e da aquisição de nebulosas competências não testadas. A escola é o sítio do esforço, camaradagem…pois claro…e onde se prestam contas aos cidadãos, pelo resultado do nosso trabalho com os alunos, desde que os pais assumam a responsabilidade total pelo comportamento dos filhos, por mais que lhes custe. Vai custar, mas tem de ser!

Sem comentários:

Enviar um comentário