segunda-feira, 9 de maio de 2011

Aluno espancado, o "boy" acha normal!




Almeirim - mãe faz queixa na GNR e lamenta atitude da escola

Aluno agredido teme regressar

Um menor de 14 anos foi vítima de uma agressão em grupo, cometida por cinco colegas dentro da Escola Básica Febo Moniz, em Almeirim. Os agressores esperaram-no, quinta-feira, e enquanto um deles o esmurrava com violência, os restantes fizeram uma roda para que ninguém lhe acudisse. O menor, que acabou assistido no Hospital de Santarém a uma ferida interna no ouvido esquerdo, teme represálias e recusa-se a voltar à escola.

Por:João Nuno Pepino

Para a família, a situação configura um caso de bullying que os responsáveis do agrupamento estão a desvalorizar. "Os miúdos que lhe bateram são conhecidos por já terem agredido outros alunos. Todos têm medo deles", disse ao CM a mãe, Maria do Rosário, lamentando a resposta que obteve por parte do director do agrupamento. "Disse-me que eram coisas de cachopos, como se o meu filho não tivesse ido parar ao hospital", conta. Como a escola não participou o caso à GNR, foi a família quem apresentou queixa.

"Nada justifica a violência, mas foi apenas um desentendimento normal entre miúdos e o agressor vai ser alvo de um processo disciplinar", garantiu ao CM José Manuel Carreira, director do agrupamento, desmentindo que os alunos visados aterrorizem a escola. "São crianças com problemas, mas é um claro exagero falar em bullying", acrescentou.


Esta notícia é do Correio da Manhã.



Note-se a presença dos ingredientes socialistas do costume:



1 - Não interessa ao partido do Poder, portanto "não aconteceu". O miúdo levou uma sova das antigas, foi parar ao hospital, mas para o boy de serviço (de ordenado a condizer), foi um "desentendimento normal".



2 - Os garotos que espancam e aterrorizam toda a escola é que são alvo dos cuidados socialistas, porque "são crianças com problemas". Os que são espancados todos os dias, esses, pagam o preço de serem bem comportados, apesar de todos os problemas que possam ter.



E assim vai Portugal, a caminho de mais uma maioria socialista...



Comentários de leitores do CM:



Numa escola de Queluz, todos se metiam comigo, por ter sardas... um dia na sala de trabalhos manuais a brincadeira continuou... meti o ferro de soldar a aquecer, e meti-o nas costas de alguns... ACABOU A BRINCADEIRA!

Comentário feito por: Anónimo 16h38
Até mete nojo ler noticias destas...Como disseram os comentarios até agora...Se fosse filho do director ou se o tivessem matado,ja era um assunto importante,ja nao era coisas de cachopos!!Tristeza...

Comentário feito por: Anónimo 16h23
ESTE DIRECTOR DEVIA SER DEMITIDO, SE FOSSE O FILHO DELE JA ERA OUTRA COISA. E FICAM OS PAI DESCANSADOS A PENSAR QUE OS SEUS FILHOS ESTAO SEGUROS NA ESCOLA. É SO VEGONHAS PARA PORTUGAL.MAO PESADA PARA Q COMETE ESTES ACTOS

Comentário feito por:Ana Maciel13h22
Não é um caso de bullying?Então é o quê? É inadmissível que um director de um agrupamento profira tais declarações!Se são alunos com problemas de comportamento naturalmente não se pode facilitar.

Comentário feito por: Anónimo 11h52
Hoje em dia a grande maioria dos directores é isto que faz, pois não existe qualquer tipo de justiça, as vitimas continuarão a ser sempre vitimas... até um se passar...

Comentário feito por:António11h09
Caro José Manuel Carreira, espero não o encontrar aqui para os lados de Lisboa, pois pode ser que lhe rebente o ouvido esquerdo, coisa de adultos está a ver? Um desentendimento normal entre adultos.

Comentário feito por: Anónimo 10h35
É pena não ser filho(a)do director...ele resolvia o problema



Comentário feito por: Anónimo 10h08
este director devia ser responsabilizado pelas respostas que deu,se não é buyling é o quê? claro que não é um filho nem familiar dele.uma vergonha para todos os portugueses.

Comentário feito por: Anónimo 8h45
Se estas crianças têm problemas, há que colocá´-los em casas de correção, para que outras crianças não fiquem com trauma para o resto de suas vidas? Esta escola não pode ficar imune perante esta situação ?

Comentário feito por:Maria3h03
Pois eu queria ver se fosse filho ou filha do sr. director já era um caso de bullying. Sinceramente, desprezam os mais fraco.Miséria destas classes com mentes cheias de mania e que se acham intocáveis.

1 comentário:

  1. Este Sr. Director ao longo dos tempos tem demonstrado muita falta de qualidade e quando as coisas correm mal sacode a água do capote ou para a Associação de Pais, Autarquia ou mesmo para os professores. A melhor resposta que se pode dar numa situação como esta e depois das suas declarações é fazer o favor de demitir-se.

    ResponderEliminar